ARTE – FAUVISMO – O INÍCIO DO SÉCULO XX

ARTE É VIDA

PALESTRA  EDWARD HOPPER – OUTRAS POÉTICAS – COM O ARTÍSTA E PROFESSOR LOPRETO – NESTE SÁBADO DIA 26 DE FEVEREIRO DAS 11 AS 13 HS – NO AUDITÓRIO DA LIVRARIA DA VILA, ALAMEDA LORENA, 1731 – GRATUITO.


INFORMAÇÕES DO CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA NO

luilopreto@hotmail.com

O Fauvismo porde ser caracterizado como a afirmação da subjetividade individual num momento que a expectativa de um novo século pôs em questão os novos anseios das artes,  depois de terem experimentado as profundas inovações e rompimentos nascidos do Impressionismo – libertando a imagem – e do Simbolismo, ampliando a representação. Entre os jovens artístas de 1900 temos Henri Rosseau ( 1844- 1910 ), oriundo das gerações do fim do século, participante das exposições da Société des Artistes Independents, colaborando com suas singelas composições de traços puros, ditos ” primitivos”, expandidas na combinação de sonho com realidade. Em 1905, já participava das exposições do grupo de Henri Matisse ( participando com a tela Luxe, Calme et Volupté )  no Salon d`Autonne, juntamente com Derain, Vlaminck, Marquet e Rouault. Foi nesta exposição que o critico Louis Bauxcelles apelida as pinturas do grupo de ” les fauves “, ou, ” as feras “. Afirmando a visão própria do artista, o Fauve nunca se articulou profundamente enquanto movimento. Trouxe sim,  maior liberdade para a composição  com o  uso da cor e exaltação da expressão interior dos motivos com a intuição impulsionando o ato criador. Matisse, em suas reflexões disse ” cada obra é uma combinação de símbolos inventados durante a execução, à medida que vão sendo requeridos em determinados lugares “.


HENRI ROUSSEAU – O LEÃO FAMINTO, 1905.

HENRI MATISSE - LE GOUTER, 1904.
HENRI MATISSE – LE GOUTER, 1904.

HENRI MATISSE – LUXE, CALME ET VOLUPTÉ, 1904.

ANDRÉ DERAIN – PAYSAGE AUX ENVIRONS DE CHATOU, 1904/05.

Collioure le port de pêche

ANDRÉ DERAIN – COLLIORE LE PORT DE PÊCHE, 1905.

MAURICE DE VLAMINCK - HOUSES AT CHATOU, 1905.
MAURICE DE VLAMINCK – HOUSES AT CHATOU, 1905.

MAURICE DE VLAMINCK - CHATEAU BRIDGE, 1906.
MAURICE DE VLAMINCK – CHATEAU BRIDGE, 1906.

ALBERT MARQUET - BILBOARDS AT TROUVILLE, 1905.
ALBERT MARQUET – BILBOARDS AT TROUVILLE, 1905.

ALBERT MARQUET - FISHING BOATS, 1906.
ALBERT MARQUET – FISHING BOATS, 1906.

Sandor Ziffer, Vieux pont à Nagybanya, 1908

GEORGES ROUALT – VIEUX PONT À NAGYBANYA, 1908.


This entry was posted on quinta-feira, fevereiro 24th, 2011 at 18:09 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply