ARTE – DESIGN DE MODA – ANDRÉ PERUGIA – 1893 – 1977

 

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO INTERDISCIPLINAR DE ARTE MODERNA ( 20 DE NOVEMBRO ) E PARA A AULA DE ARTE BRASILEIRA EM SANTOS ( 28 DE NOVEMBRO )

MAIS INFORMAÇÕES PELO EM-AMIL

luilopreti@hotmail.com

 

André Perugia foi Design de Sapatos Francês. Aprendeu o ofício de Sapateiro com seu pai e aos 16 anos de idade, em 1909,  abriu sua loja em Paris, criando modelos de forma artesanal. Trabalhou com os maiores designers modernos de moda como Paul Poiret, Jacques Fath e Hubert de Givenchy. Foi convidado por Paul Poiret para desenvolver modelos exclusivos para a sua Maison fortalecendo sua produção para clientes decidadamente exigentes.

Em 1927, desembacava em Nova York para divulgar os seus produtos, obtendo enorme sucesso – tornando seus modelos mais extravagantes uma mania nos EUA. Foi o primeiro grande Design de Sapatos e o inventor dos “saltos altos modernos “ – utilizou como materiais o que havia de mais exótico, como as sandálias de pele de cobra, pedras preciosas, camurça púrpura, pelica dourada e pele de lagarto pérola – sua marca marcou presença nas décadas de 20, 30, 40, 50 e 60.

Como clientes, além de personalidades famosas teve as atrizes e bailarinas das famosas Folies Bergére e grandes atrizes de Cinema como Glória Swanson. Desenhou toda a sua vida modelos exclusivos  conferindo uma qualidade e sensibilidade artística única como se fossem esculturas. Eternizou o ” salto 15 ” no seu projeto ” Fetiche ” ( em várias versões, dos anos 50 aos 60 ). Escreveu um livro ” From Eve to Rita Hayworth “ onde diz – ” que a melhor maneira de revelar a personalidade de uma mulher é estudar os seus pés “. – possivelmente e de preferência usando Perugia.

 

ANDRÉ PERUGIA

 

ANDRÉ PERUGIA – SAPATO PEIXE, 1931.

 

 

ANDRÉ PERUGIA – 1953.

 

 André Perugia – Heel less shoe

 

 

 

 

 


This entry was posted on terça-feira, novembro 9th, 2010 at 18:18 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply