ARTE – POESIA – PAUL ELUARD – 1895 – 1952

 

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE COMPOSIÇÃO PARA O AUDIO VISUAL DO ARTÍSTA E PROFESSOR LOPRETO

 Mais informações nas páginas do site ou pelo e-mail

luilopreti@hotmail.com

Eugêne Emile Paul Grindel, foi Poéta Francês, adotou o pseudônimo de Paul Éluard. Conhecido como o Poéta da Liberdade, publicou poemas clandestinos contra o nazismo em Paris durante a ocupação. Participou ativamente das vanguardas Dada e Surrealista acreditando, a despeito de seus líderes, que a linguagem cumpria seu propósito sem a necessidade de artifícios.

Expulso do partido comunista no início dos anos 30, combateu o movimento franquista na espanha em guerra civil, escrevendo o Poema ” A Vitória de Guernica “ em 1936. Amigo de Picasso, dizia sobre o Pintor – ” você segura a chama entre teus dedos e pinta como um incêndio “. Dono de uma obra imensa tambem escreveu em parcerias – com Benjamin Péret 152 Poemas e com André Breton os livros ” No defeito do silêncio “ e ” Imaculada Conceição “

Publicou em 1926 “ Capital da dor “ e ” Amor e Poesia “ em 1929. Como Poeta da Resistência e da Liberdade foi convidado a participar do Congresso da Paz em Wroclaw em 1948, quando publica ” Poemas Políticos “. Seu último grande livro ” O Phoenix “ foi publicado em 1951. Leia agora o Poema ” Liberté “, jogado por aviões Ingleses sobre a França para servir de alento à resistência –

LIBERTÉ

Nos meus cadernos da escola

Na minha carteira nas árvores

Sobre a areia e sobre a neve

Escrevo o teu nome

 

Em todas as páginas lidas

Em todas as páginas em branco

Pedra sangue papel ou cinza

Escrevo o teu nome

 

Na selva e no deserto

Nos ninhos e nas giestas

Na memória da minha infância

Escrevo o teu nome

 

Em cada raio da aurora

Sobre o mar e sobre os barcos

Na montanha enlouquecida

Escrevo o teu nome

 

Na saúde recuperada

No perigo desaparecido

Na esperança sem lembranças

Escrevo o teu nome

 

E pelo poder de uma palavra

a minha vida recomeça

Eu renasci para conhecer-te

Para dizer o teu nome

Liberdade.

 


This entry was posted on terça-feira, março 30th, 2010 at 13:42 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply