ARTE – MÚSICA – FRANCIS POULENC – 1899 – 1963

 

MATRÍCULAS ABERTAS PARA OS CURSOS PRESENCIAIS DE COMPOSIÇÃO PARA O AUDIO VISUAL E INTERPRETAÇÃO PARA PERFORMANCE

Mais informações nas páginas do site ou pelo e-mail

luilopreti@hotmail.com

Francis Jean Marcel Poulenc foi compositor e Pianista Francês. Começou a compor aos 7 anos de idade e aos 15, estudando com Ricardo Vinhes, foi apresentado para Erik Satie. Em 1917 compôs e apresentou a ” Rapsodie Négre ” em Paris obtendo enorme sucesso. Músico intuitivo e sem formação técnica ( nunca estudou no Conservatório de Paris ) foi estudar Harmonia por três anos com Charles Koechin sem ter aprendido Contraponto ou Orquestração. Compôs canções, música de câmara, oratório, ópera, música para bailado e música orquestral, participando do grupo de renovação jovem da música, nos anos 20, chamado ” Les Six “.

Foi apresentado por Stravinski ao Diretor dos Ballets Russes Serguei Diaghilev para quem compôs o ballet ” Les Biches “. A improvisação foi sempre um item em suas composições,  aproximando-o do jazz e do lirismo romântico. Criou versões para os poemas de Apollinaire e Paul Eluard, imprimindo com contrastes traços fortes de emoção.

Compôs a Ópera ” Les Dialogues des Carméliles “ entre 1953-56, baseada nos acontecimentos da Revolução Francesa e o ” Concerto para Órgão “ de 1938. Sua música é diatônica ( escala de 7 notas composta de 5 tons e 2 semitons separados entre si ao máximo de distância possível ) e melodiosa, entre o alegre e o melancólico – profundamente próxima de sua personalidade ” meio monge, meu mau rapaz “, segundo o crítico Claude Rostand.

 


This entry was posted on domingo, março 21st, 2010 at 16:57 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply