ARTE – POESIA ARTHUR RIMBAUD – 1854 – 1891

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR SEU NOME COMPLETO E TELEFONE DE CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Jean Nicolas Arthur Rimbaud foi um Poeta Franc√™s. Com uma inf√Ęncia conturbada e sem muita voca√ß√£o para os estudos revelou-se a predile√ß√£o para os versos. Aos 15 anos compunha versos originais e di√°logos em Latim tendo como orientador o Professor Georges Izambard. Em 1871, em uma de suas fugas de casa, escreveu ” L¬īorgie parisienne ” e ” Le Coeur supplicie “ com claras refer√™ncias √† Comuna de Paris. A partir deste momento declara-se anarquista propondo a transcend√™ncia po√©tica na cria√ß√£o com um frase c√©lebre “…O Poeta se faz evidente por meio de um longo, imenso e refletido desregramento de todos os sentidos…” Escreve ” Soneto da Vogais “ enviando-o para o Poeta Simbolista Paul Verlaine que o convida a ir para Paris. L√°, tornaram-se amigos e amantes. Entre suas obras temos ” Le Soleil √©tait encore Chaud ” ( 1866 ), ” Po√©sies ” ( 1869 – 1873 ), ” Le Bateau ivre ” ( 1871 ), ” Une Saison en Enfer ” ( 1873 ), ” Ilumina√ß√Ķes ” ( 1874 ) e ” Lettres ” ( 1870-1891 ). Sua Poesia influenciou toda a gera√ß√£o Simbolista e posteriormente as Vanguardas Dada e Surrealista.


ARTHUR RIMBAUD

ARTHUR RIMBAUD

ARTHUR RIMBAUD - PINTURA DE HENRI FANTIN-LATOUR - VERLAINE ( 1 √Ä ESQUERDA ) E RIMBAUD ( SEGUNDO √Ā ESQUERDA ).

ARTHUR RIMBAUD - PINTURA DE HENRI FANTIN-LATOUR - VERLAINE ( 1 √Ä ESQUERDA ) E RIMBAUD ( SEGUNDO √Ā ESQUERDA ).

ARTHUR RIMBAUD - EM HARAR, 1883.

ARTHUR RIMBAUD - EM HARAR, 1883.


ARTE – ARQUITETURA – ALBERTO CAMPO BAEZA – 1946

ARTE EDUCA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA E PARA OS CURSOS DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR E HIST√ďRIA GERAL DA ARTE ( S√ÉO PAULO )

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Alberto Campo Baeza √© um Arquiteto Espanhol. Estudou no ETS Arquitectura de Madrid, onde se formou em 1971. Tem como caracter√≠stica explorar as formas essencializadas , a estrutura√ß√£o espacial em rela√ß√£o √† luminosidade numa composi√ß√£o minimalista. Entre seus projetos podemos destacar a ” Escola San Sebastian de los Reues ” ¬†( 1983 ) em Madri, a ” Escola San Ferm√≠n ” ( 1986 ) em Madri, a ” Caja Turegano ” ( 1988 ) em Madri, ” Casa Gaspar ” ( 1991 ) em Cadiz, ” Caja de Ahorros ” ( 1999 ) em Granada e o ” Centro de Tecnologia ” em Inca ( 1999 ) na Espanha. Entre os pr√™mios que conquistou temos o primeiro pr√™mio para o Pavilh√£o Espanhol da Bienal de Veneza em 2000, Pr√™mio da Bienal de Miame em 2000, Pr√™mio COAM 2002 para a Casa Blas, o Pr√™mio COAB 2003, para o Centro BIT em Maiorca e o Eduardo Torrja Award de 2003 para a sede da Caja Granada de Arquitectura.

ALBERTO CAMPO BAEZA

ALBERTO CAMPO BAEZA

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA MOLINER

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA MOLINER

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA MOLINER, INTERIOR.

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA MOLINER, INTERIOR.

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA GASPAR, INTERIOR.

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA GASPAR, INTERIOR.

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA AHORROS, GRANADA, 1999.

ALBERTO CAMPO BAEZA - CASA AHORROS, GRANADA, 1999.

ALBERTO CAMPO BAEZA - MUSEO DA MEMORIA, ANDALUCIA, ESPANHA.

ALBERTO CAMPO BAEZA - MUSEO DA MEMORIA, ANDALUCIA, ESPANHA.


ARTE – MUSICA – ARAM KHACHATURIAN -1903 – 1978

ARTE RENOVA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA E PARA O CURSO DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR COM IN√ćCIO DIA 3 DE SETEMBRO – S√ÉO PAULO.

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Aram Khachaturian foi um Compositor Arm√™nio. Come√ßou sua forma√ß√£o em Musica tardiamente e de forma autodidata, iniciando seu aprendizado em Tuba e Piano. Identificado com as manifesta√ß√Ķes espont√Ęneas da Musica Popular e Folcl√≥rica, desenvolveu um trabalho de resgate das can√ß√Ķes e temas das suas origens arm√™nias. Nascido na Ge√≥rigia, ainda pertencente ao Imp√©rio Russo, foi para Moscou ende estudou Violoncelo e Composi√ß√£o. Comp√īs musica Orquestral e Ballets como “ Shchastye ” de 1939, ” Gayane ” de 1939-41 onde est√° inclu√≠da a ” Dan√ßa do Sabre ” – uma das suas mais surpreendentes composi√ß√Ķes – e ” Spartacus ” de 1950-54. Entre suas composi√ß√Ķes Orquestrais temos as ” Symphony N 1 ” de 1934, ” Symphony N 2 The Bell Symphony ” de 1943-44, ” Symphony N 3 Symphony-Poem ” de 1947, as Suites – ” Suite from Gayane ” N 1, N 2 e N 3 de 1944, ” Ode in Memory of Vladimir Ilich Lenin ” de 1948, ” Suite from Battle of Stalingrad ” de 1949, ” Thriumphal Poem ” de 1950, as Suites – ” Suite from Spartacus N 1, N 2 e N 3 de 1955 e a ” Symphony Pictures from Spartacus ” de 1955.

ARAM KHACHATURIAN

ARAM KHACHATURIAN

ARAM KHACHATURIAN

ARAM KHACHATURIAN

ARAM KHACHATURIAN - KHACHATURIAN COM SEU ALUNO KIRIL VOLKOV.

ARAM KHACHATURIAN - KHACHATURIAN COM SEU ALUNO KIRIL VOLKOV.


ARTE – CINEMA – LUCHINO VISCONTI II – 1906 – 1976

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO EM PARIS E VIENA E PARA O CURSO INTERDISCIPLINAR DE ARTE MODERNA ( SÃO PAULO Р3 DE SETEMBRO РDAS 14:30 AS 16 HS )

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR O NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Luchino Visconti de Modrone foi Diretor de Cinema, Teatro e √ďpera e Roteirista Italiano. √Č considerado um dos maiores Diretores de todos os tempos e um dos representantes da restaura√ß√£o da Po√©tica na linguagem do Cinema. De familia nobre de Mil√£o, teve educa√ß√£o exemplar desde crian√ßa, quando conheceu o compositor Giacomo Puccini, o Maestro Arturo Toscanini e o Escritor Gabriele d`Annunzio. Dirigiu Teatro e √ďpera como a ” La Vestale “ em 1954, incluindo uma de suas cenas no filme ” Censo “ do mesmo ano. Sua forma√ß√£o em Arte fez de suas obras verdadeiras composi√ß√Ķes que integram os elementos da Dire√ß√£o de Arte, tornando-a condutora da narrativa visual. A beleza pl√°stica de seus filmes criam uma atmosfera de total integra√ß√£o entro os elementos da Montagem. Nos filmes ” O Leopardo ” ( 1963 ) e em ” A Morte em Veneza ” ( 1971 ), conseguiu total excel√™ncia e Po√©tica de linguagem dos elementos compositivos, tornando-os verdadeiros exemplosw do que a S√©tima Arte √© capaz de realizar. Trata dos conceitos filos√≥ficos sobre a beleza em obras adaptadas ou em roteiros originais, focando o drama humana em toda a sua plenitude.

LUCHINO VISCONTI

LUCHINO VISCONTI

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE O LEOPARDO, 1963.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.

LUCHINO VISCONTI - CENA DE A MORTE EM VENEZA, 1971.


ARTE – FOTOGRAFIA – CARLOS P√ČREZ SIQUIER – 1930

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA E PARA O CURSO DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR ( IN√ćCIO 27 DE AGOSTO, DAS 14:30 AS 16 HS )

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Carlos P√©rez Siquier √© um Fot√≥grafo Espanhol. Nascido em Almer√≠a foi fundador da AFAL ( Agrupaci√≥n Fotogr√°fica Almeriense ) no final dos anos 50, desenvolvendo um trabalho considerado como um dos mais importantes da vanguarda espanhola de Fotografia. Durante tres d√©cadas fotografou o bairro La Chanca em Almer√≠a, retratando em s√©ries seus entornos. Desenvolve s√©ries como document√°rios, retratando especialmente as a√ß√Ķes espont√Ęneas do cotidiano. Busca o indiv√≠duo e sua forma de express√£o com forte influ√™ncia da POP ART, tanto nas fotos PB como coloridas. Revela fragmentos e detalhes de ironia das suas viv√™ncias p√≥r onde passa. J√° participou de v√°rias exposi√ß√Ķes importantes como a Feira Internacional de Arte Contempor√Ęnea ARCO e em 2003 recebeu o Pr√™mio Nacional de Fotografia. Tem obras no acervo permanente do Museo Nacional Centro de Arte – Reina Sofia – e nos maiores Museus e Funda√ß√Ķes da Espanha.

Carlos P√©rez Siquier ¬© Jes√ļs Mor√≥n / EL MUNDO

CARLOS P√ČREZ SIQUIER – FOTO DE JES√öS MORON/EL MUNDO.

Carlos Pérez Siquier

CARLOS P√ČREZ SIQUIER – LA CHANCA, ALMER√ćA, ESPANHA.

CARLOS P√ČREZ SIQUIER – CABO DE GATA, 1991.

CARLOS P√ČREZ SIQUIER – ALMER√ćA.

CARLOS P√ČREZ SIQUIER – EXPOSI√á√ÉO COLOR DEL SUR – 1970-1980.


ARTE – TEATRO – OSCAR WILDE III – 1854 – 1900

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA E PARA O CURSO INTERDISCIPLINAR DE ARTE MODERNA ( SÃO PAULO Р27 DE AGOSTO РDAS 14:30 AS 16:00 )

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO NO E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Oscar Fingal O`Flahertie Wills Wilde, foi Escritor, Poeta e Dramaturgo Irland√™s. Estudou na Portora Royal Scchool de Enniskillen e no Trinity College em Dublin. Depois ganhou uma bolsa para estudar na Inglaterra no Magdalen College em Oxford onde ganhou o pr√™mio Newdigate pelo poema ” Ravenna “. A partir de 1892, escreveu grandes pe√ßas como ” O Leque de Lady Windermere “ de 1892, ” Uma Mulher sem Import√Ęncia ” de 1893, ” Um Marido Ideal “ e ¬†“A Import√Ęncia de ser Prudente ” de 1895. Preso, escreveu em 1893 a pe√ßa ” Salom√© “. Com uma t√©cnica de constru√ß√£o de personagens e de trama inigual√°vel, distinguiu-se pela ironia e capacidade impar de tocar em grandes quest√≥es humanas, desbravando o universo de preconceitos e convencionalismos. Fundador da est√©tica Dandi ou Dandismo, baseada na transfigura√ß√£o e quebra de paradigmas na sociedade industrial, conseguiu transformar e criar novos parametros desde o modo de vestir √†s considera√ß√Ķes criticas da sociedade da √©poca. ¬†Entre suas obras de Teatro ainda podemos citar ” A Duquesa de P√°dua “ e n√£o podemos deixar de mencionar o sucesso da obra ” Salom√© “ representada em Paris pela genial Sarah Bernardt como protagonista em 1896.

OSCAR WILDE

OSCAR WILDE


ARTE – DESIGN/ARQUITETURA – ARNE JACOBSEN II – 1902 – 1971

ARTE  ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE DE CONTATO PARA O EMAIL

luilopreti@hotmail.com


Entre os principais Arquitetos e Designers da cena Moderna n√≥rdica temos Arne Jacobsen. Formou-se pela Academia Real Dinamarquesa de Belas Artes em 1927, tornando-se mais tarde um de seus mais brilhantes professores. Foi Arquiteto e Designer de interiores projetando Movelaria, Textil e Cer√Ęmicas. Participou como estudante da fant√°stica Exposition Internationale des Arts Decoratifs et Industriels Modernes de Paris em 1925 – a Feira Art Deco – , ganhando uma Medalha de prata por um projeto de cadeira. A partir desta experi√™ncia, passou a ter forte influ√™ncia do Arquiteto franc√™s Le Corbusier e ap√≥s uma viagem para a Alemanha tornou-se adepto do pensamento dos Arquitetos Mies Van Der Rohe e Walter Gropius – ESCOLA BAUHAUS. Em 1929, em parceria com o Arquiteto Lassen Flemning, ganhou uma competi√ß√£o da Associa√ß√£o dos Arquitetos Dinamarqueses para projetar a ” Casa do Futuro “ – casa em forma espiral, telhado de vidro e concreto, garagem para barco e Heliponto. Capaz de criar projetos complexos como o Danmarks Nationalbank ou uma simples s√©rie de talheres, suas principais cria√ß√Ķes no Design, destacam-se pela essencializa√ß√£o das formas e integra√ß√£o ao projeto arquitet√īnico como um todo como podemos ver com a cadeira ” Ant “ de 1952, a ” S√©rie 7 “ de 1955, a poltrona ” The Egg ” e na ” The Swan “ projetada para o ” Royal SAS Hotel “ em 1958 juntamente com a “s√©rie de talheres ” Cylinda-Line “ de 1967. Como Arquiteto fez os projetos de apartamentos ” Bellavista Klainpenborg “ ( 1933-34 ), o ” Bellavue Teatro “ ( 1935-36 ), em colabora√ß√£o com Erik Moller criou o ” Arhus Town Hall ( 1939-42 ), o ” Glostrup Tow Hall ( 1958 ) e o SAS Royal Hotel Copenhagen ( 1958-60 ), o ” Danmarks Nationalbank ( 1965 ) e o ” Col√©gio Santa Catarina ” em Oxford ( 1964-66 ). Como um grande adepto do Modern Style, pensava o projeto enquanto unidade e √© considerado um de seus maiores representante.

ARNE JACOBSEN

ARNE JACOBSEN

ARNE JACOBSEN - CHAIR SERIES 7, 1952.

ARNE JACOBSEN - CHAIR SERIES 7, 1952.

ARNE JACOBSEN - ANT CHAIR, 1952.

ARNE JACOBSEN - ANT CHAIR, 1952.

ARNE JACOBSEN - EGG CHAIR, 1957.

ARNE JACOBSEN - EGG CHAIR, 1957.

ARNE JACOBSEN - DROP CHAIR, 1958.

ARNE JACOBSEN - DROP CHAIR, 1958.

ARNE JACOBSEN - TABLE BASSE, 1960.

ARNE JACOBSEN - TABLE BASSE, 1960.

ARNE JACOBSEN - SAS ROYAL HOTEL COPENHAGEN, 1958-60 - FACHADA.

ARNE JACOBSEN - SAS ROYAL HOTEL COPENHAGEN, 1958-60 - FACHADA.

ARNE JACOBSEN - SAS ROYAL HOTEL COPENHAGEN, 1958-60 - INTERIOR.

ARNE JACOBSEN - SAS ROYAL HOTEL COPENHAGEN, 1958-60 - INTERIOR.

ARNE JACOBSEN - SERVICE CYLINDA-LINE, 1967.

ARNE JACOBSEN - SERVICE CYLINDA-LINE, 1967.

ARNE JACOBSEN - VOLA SPOUT, 1968.

ARNE JACOBSEN - VOLA SPOUT, 1968.


ARTE – PINTURA – PAUL C√ČZANNE III – 1839 – 1906

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR O NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO NO ENDEREÇO DE E-MAIL

luilopreti@hotmail.com

Paul Cezanné foi um Pintor Francês. Desenvolveu no seu trabalho as novas bases para a Pintura Moderna. Redimensionou a obra de Arte, como desdobramento dos processos criativos, incorporando nas descobertas um nova Poética pictórica. Lançou nova luz sobre o significado da imagem e da composição, construindo uma estruturação inteligente, capaz de deixar fluir o conjunto dos sentidos do artista simultaneamente à captação do motivo. Valorizou o instante enquanto possibilidade direta para a impressão de uma expressão. Cezanné, no seu isolamento, criou uma nova inteligência para a construção de imagens, considerando em primeiro lugar a forma na qual seriam construídas, as correspondências entre seus elementos ( formas, pinceladas, texturas e cores ) para obtenção de uma unidade capaz de proporcionar uma comunicação direta com os sentidos de expectador. Por isso, é considerado o tradutor de uma nova concepção artística que possibilitou às vanguardas posteriores, principalmente ao Cubismo, novos desdobramentos artísticos que incorporaram e conquistaram novas liberdades de expressão.


PAUL C√ČZANNE

PAUL C√ČZANNE

PAUL C√ČZANNE - ETUDE, PAYSAGE A AUVERS, 1873.

PAUL C√ČZANNE - ETUDE, PAYSAGE A AUVERS, 1873.

PAUL C√ČZANNE - JAS DE BUFFAIN, THE POOL, 1876.

PAUL C√ČZANNE - JAS DE BUFFAIN, THE POOL, 1876.

PAUL C√ČZANNE - MAISONS AU BORD D`UNE ROUTE, 1881.

PAUL C√ČZANNE - MAISONS AU BORD D`UNE ROUTE, 1881.

PAUL C√ČZANNE - GARDANNE, 1885-86.

PAUL C√ČZANNE - GARDANNE, 1885-86.

PAUL C√ČZANNE - MAISON ET FERME DU JAS DE BOUFFAN, 1889-90.

PAUL C√ČZANNE - MAISON ET FERME DU JAS DE BOUFFAN, 1889-90.

PAUL C√ČZANNE - MILLSTONE AND CISTERN UNDER TREES, 1892.

PAUL C√ČZANNE - MILLSTONE AND CISTERN UNDER TREES, 1892.

PAUL C√ČZANNE - LE LAC D`ANNECY, 1896.

PAUL C√ČZANNE - LE LAC D`ANNECY, 1896.

PAUL C√ČZANNE - BEND IN FOREST ROAD, 1902-06.

PAUL C√ČZANNE - BEND IN FOREST ROAD, 1902-06.


ARTE РINTERVENÇÃO URBANA/NA PAISAGEM/ESCULTURA РTADASHI KAWAMATA Р1953

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Tadashi Kawamata √© um artista Japones. Graduado pela University of Fine Arts de Tokyo, desenvolve um trabalho interdisciplinar de arte, tendo como ponto de partida as rela√ß√Ķes escult√≥ricas em novas considera√ß√Ķes, com apelos Arquiteturais e das Artes Visuais, criando escrituras espaciais – um mix de linguagens art√≠sticas para a constru√ß√£o de um espa√ßo ins√≥lito nas Interven√ß√Ķes Urbanas. Tem no espa√ßo fisico das cidades e seus apelos o lugar ideal para suas constru√ß√Ķes que nos remetem √† uma cr√≠tica as formas de ocupa√ß√£o urbana no mundo contempor√Ęneo e consequentemente o ” habitar ” e o ” existir ” nesses mesmos espa√ßos. Utilizando materiais n√£o convencionais entre eles as sobras de constru√ß√Ķes, simula fragmentos de viadutos, estradas, passagens ou passarelas, como constru√ß√Ķes irreais, subvertendo o pr√≥prio conceito de espa√ßo. Muitos dos seus trabalhos assemelhan-se a labirintos n√£o acabados, dasafiando as regras da simetria e l√≥gica, junto a um questionamento sobre o util e o belo. Exp√Ķe em varios museus do mundo e j√° participou da Bienal Internacional de S√£o Paulo, Bienal de Veneza, Bienal de Paris e Documenta de Kassel.

TADASHI KAWAMATA

TADASHI KAWAMATA

TADASHI KAWAMATA - BIENAL DE PARIS 1982.

TADASHI KAWAMATA - BIENAL DE PARIS 1982.

TADASHI KAWAMATA - TORONTO, 1989.

TADASHI KAWAMATA - TORONTO, 1989.

TADASHI KAWAMATA - PARIS, 1997.

TADASHI KAWAMATA - PARIS, 1997.

TADASHI KAWAMATA - CANAL BOAT, BIRMINGHAN, 2000.

TADASHI KAWAMATA - CANAL BOAT, BIRMINGHAN, 2000.

TADASHI KAWAMATA - CANAL BOAT, BIRMINGHAN, INTERIOR, 2000.

TADASHI KAWAMATA - CANAL BOAT, BIRMINGHAN, INTERIOR, 2000.

TADASHI KAWAMATA - INTERVENÇÃO EM VERSALLES, 2008.

TADASHI KAWAMATA - INTERVENÇÃO EM VERSALLES, 2008.

TADASHI KAWAMATA - MADISON SQUARE PARK, LONDON.

TADASHI KAWAMATA - MADISON SQUARE PARK, LONDON.


ARTE РDANÇA РBOB AVIAN Р1937

ARTE EDUCA O OLHAR

MATRICULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com


Bob Avian √© um Core√≥grafo, Diretor e Produtor de Teatro dos EUA. Come√ßou seu trabalho na Broadway inovando os musicais com um estilo que imprimia o cotidiano aos gestual das coreografias. Foi core√≥grafo de ” West Side Story “, ” Funny Girl ” e ” Herry, Herry Sweet “. √Č considerado um dos maiores Core√≥grafos e Diretores e com a parceria de Michael Bennett em ” Nowhere to go But Up “ a partir de 1962, notabilizou-se pelos trabalhos como ” Promises ” ” Coco “, Company “, ” Folies “, Seesaw “, ” God`s Favorite “, no musical ” A Chorus Line “, ” Ballroom ” e ” Dreamgirls . Trabalhopu ainda em ” As Bruxas de Eastwik, ” Miss Saigon ” e ” Sunset Boulevard “. Entre os pr√™mios que recebeu temos em 1976 o ” Drama Desk Award ” e o ” Tony Award “ por Melhor Coreografia com ” A Chorus Line “, em 1979 recebeu novamente o ” Drama Desk Award ” e o ” Tony Award ” por ” Ballroom “ e em 1996 recebeu o ” Laurence Olivier Award ” como melhor Core√≥grafo por ” Martim Guerre “.

BOB AVIAN
BOB AVIAN

BOB AVIAN - MUSICAL A CHORUS LINE.
BOB AVIAN – MUSICAL A CHORUS LINE.

BOB AVIAN - ELENCO DE A CHORUS LINE.
BOB AVIAN – ELENCO DE A CHORUS LINE.

BOB AVIAN - CHARLOTTE D`AMBOISE EM A CHORUS LINE.
BOB AVIAN – CHARLOTTE D`AMBOISE EM A CHORUS LINE.

BOB AVIAN - JOFFREY SCHECTER EM A CHORUS LINE.

BOB AVIAN - JOFFREY SCHECTER EM A CHORUS LINE.