ARTE – ARQUITETURA – MICHAEL HOPKINS – 1935.

SEM ARTE NÃO DÁ!!!!


Sir Michael Hopkins é um Arquiteto Inglês. Estudou na Sherborne School e participou da Associação dos Arquitetos, tornando-se junto com Norman Foster um dos representantes da Arquitetura High Tech na Inglaterra. Utilizando novos materiais e técnicas, como o aço leve e estruturas de vidro, associa alvenaria e carpintaria em novos arranjos arquitetônicos. Em 1994, recebeu a Real Medalha de Ouro do Royal Institute of British Architects. Professa a crença que o progresso não deve ser uma ruptura com o passado mas uma oportunidade para explorar os elementos tradicionais associados à tecnologia avançada. Desde 1992 pertence a Royal Academy. Entre suas obras podemos destacar sua casa em Hampstead ( Londres ) de 1976, a Casa de Ópera de Glyndebourne, o Edifício ” A Ronda ” em Hathersage, as Residências dos Parlamentares em Londres, o Forum de Norwich , O Velódromo de Londres de 2012 e a Extensão do Manchester City Art Gallery.

MICHAEL HOPKINS

MICHAEL HOPKINS

MICHAEL HOPKINS - HOPKINS HOUSE - LONDON - 1976.

MICHAEL HOPKINS - HOPKINS HOUSE - LONDON - 1976.

MICHAEL HOPKINS - SCHLUMBERGER CAMBRIDGE RESEARCH CENTRE - 1985.

MICHAEL HOPKINS - SCHLUMBERGER CAMBRIDGE RESEARCH CENTRE - 1985.

MICHAEL HOPKINS - NEW PARLIAMENTARY BUILDING - LONDON - 2000.

MICHAEL HOPKINS - NEW PARLIAMENTARY BUILDING - LONDON - 2000.

MICHAEL HOPKINS - THE FORUM - NORWICH - 2001.

MICHAEL HOPKINS - THE FORUM - NORWICH - 2001.

MICHAEL HOPKINS - VELODROME - LONDON - 1012.

MICHAEL HOPKINS - VELODROME - LONDON - 1012.


BEM VINDOS A MATÉRIA DE NÚMERO 600 DO SITE!!!

SEM ARTE NÃO DÁ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Visite nossas páginas e encontrará matérias sobre Artistas, Obras, Vanguardas e Estéticas de forma interdisciplinar, do Período Moderno, Contemporâneo e de Arte Brasileira.

Para navegar no site de maneira mais simples basta ir ao “BUSCA” e digitar – ARTE CINEMA, ARTE MÚSICA, ARTE POESIA, ARTE PINTURA…que várias páginas com matérias com textos para aprofundar uma boa pesquisa, com fotos das obras dispostas cronologicamente e vídeos.

Participe enviando seus comentários e sugestões!!!…assim podemos melhorar cada vez mais publicando conteúdos de forma mais assertiva!!!

PINTURA

PAUL CEZANNE - LE LAC D-ANNECY - 1896.

PAUL CEZANNE - LE LAC D-ANNECY - 1896.

ESCULTURA

AUGUST RODIN - UGOLIN - 1882 - 1906.

AUGUST RODIN - UGOLIN - 1882 - 1906.

POESIA

STEPHANE MALLARMÉ

STEPHANE MALLARMÉ

L`APRÉS-MIDI D`UN FAUNE

A tarde de verão de um fauno

A tarde de um fauno

A sesta de um fauno

Églogue

1876

Quero perpetuar essas ninfas.

Tão claro

Essas ninfas eu quero eternizar.

Tão leve

Vou perpematar essas ninfas.

É tão claro

É o rodopio de carnes que ele gira no ar

É a sua carnação, que ele gira no ar

Seu ligeiro encarnado a voltear no ar

Entorpecido de pesados sonos.

Sonho?

Sonolento de sonhos e arbustos.

Foi Sonho?

Espesso de mormaço e sonos.

Sonhei ou … ?

MÚSICA

CLAUDE DEBUSSY

ARQUITETURA

FRANK LLOYD WRIGHT - BARNSDALL HOUSE - LOS ANGELES - 1916.

FRANK LLOYD WRIGHT - BARNSDALL HOUSE - LOS ANGELES - 1916.

DESIGN

MARCEL BREUER - VASSILY CHAIR - 1927-28.

MARCEL BREUER - VASSILY CHAIR - 1927-28.

CINEMA

CHARLES CHAPLIN - TEMPOS MODERNOS - MODERN TIMES - EUA - 1936.

CHARLES CHAPLIN - TEMPOS MODERNOS - MODERN TIMES - EUA - 1936.


ARTE – PINTURA – JEAN RENÉ BAZAINE – 1904 – 2001

SEM ARTE NÃO DÁ!!!

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE INTERPRETAÇÃO PARA PERFORMANCE – PARA ATORES E DIRETORES DE CINEMA , TEATRO E TELEVISÃO

OS INTERESSADOS DEVEM CONSULTAR A PÁGINA CURSO DESTE SITE OU ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O EMAIL

luilopreti@hotmail.com

Jean Bazaine foi Pintor, Designer de Vitrais e Escritor Francês. Estudou na Académie Julian, na École des Beaux-Arts por um breve período, continuando sua formação estudando Filosofia e Literatura na Sorbonne em Paris. Expôs pela primeira vez com o também Pintor Jean Fautrier, na Galerie jeanne Castel em 1930 em Paris. De tendência gestual abstrata, buscou nas cores e movimento seus motivos mais significativos. Em 1950 fez sua grande exposição na Galerie Maeght consolidando sua importância como um dos grandes representantes da renovação da Pintura no pós-guerra. Em Vitral fez projetos para a Igreja de Notre Dame em Assy.

JEAN BAZAINE
JEAN BAZAINE

JEAN BAZAINE - LE GRAND ARBRE DANS LA CAMPAGNE - 1947.
JEAN BAZAINE – LE GRAND ARBRE DANS LA CAMPAGNE – 1947.

JEAN BAZAINE - SEA WIND - 1949.

JEAN BAZAINE - SEA WIND - 1949.

JEAN BAZAINE - BRANCHES D`ARBRE - 1951.

JEAN BAZAINE - BRANCHES D`ARBRE - 1951.

JEAN BAZAINE - CHICAGO - 1952.

JEAN BAZAINE - CHICAGO - 1952.

JEAN BAZAINE - SEM TÍTULO - 1955.

JEAN BAZAINE - SEM TÍTULO - 1955.

JEAN BAZAINE - OMBRE SUR LA MER - 1963.

JEAN BAZAINE - OMBRE SUR LA MER - 1963.

JEAN BAZAINE - HOMENAGEM A TURNER - 1976.

JEAN BAZAINE - HOMENAGEM A TURNER - 1976.

JEAN BAZAINE - VITRAL DA IGREJA SANIT SEVERIM PILLAR.

JEAN BAZAINE - VITRAL DA IGREJA SANIT SEVERIM PILLAR.


CURSO DE INTERPRETAÇÃO PARA PERFORMANCE – PARA ATORES E DIRETORES.

INÍCIO 30 DE JUNHO


O Curso de Interpretação para Performances está com matrículas abertas para Atores e Diretores interessados nos processos de desenvolvimento dos métodos de Encenação Modernos de Stanislavsky a Peter Brook. Dividido em módulos o Curso terá neste primeiro módulo quatro aulas ( duas teóricas e duas práticas ): as aulas Teóricas apresentam o Programa do desenvolvimento das Estéticas e Métodos de Encenação do final do século XIX até os dias atuais, num roteiro básico para aprofundamento e pesquisa, enquanto as aulas Práticas acontecem no Parque do Ibirapuera e apresentam as dinâmicas de desenvolvimento sensório e corporal dos métodos teóricos.

O Curso tem como objetivo possibilitar ao aluno amplo transito sobre o desenvolvimento histórico e prático da Arte de representação cênica considerando sua importância fundamental para a práticas em Teatro, Cinema e Televisão.

PARA INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS ENVIE SEU NOME COMPLETO E TELEFONE DE CONTATO PARA O EMAL

luilopreti@hotmail.com

MAIS INFORMAÇÕES NA PÁGINA – CURSOS –  DESTE SITE.


TEATRO DE DIONISO - GRÉCIA - ATENAS - SÉCULO V A.C.

TEATRO DE DIONISO - GRÉCIA - ATENAS - SÉCULO V A.C.


ARTE – PINTURA – ALEXEJ VON JAWLENSKY – 1864 – 1941

SEM ARTE NÃO DÁ!!!!

Alexej von Jawlensky Georgewitsch foi um Pintor Russo. Nasceu em Torzhok, mudando-se para Moscou aos 10 anos de idade. Descobriu seu interesse pela Pintura visitando a Exposição Mundial em Moscou em 1880. Em 1886, foi para Munique estudar com Anton Azbe, onde conheceu Wassily Kandinsky, participando da formação da NEUE KUNSLLERVEREINIGUNG MUNCHEN (NOVA ASSOCIAÇÃO DE ARTISTAS DE MUNIQUE ), com forte inspiração colorista. Participou também do grupo Expressionista DER BLAUE REITER ( O CAVALEIRO AZUL ) e depois participou do grupo DIE BLAUE VIER. Desenvolveu em sua Poética essencializando as representações, tornando-se um dos mais importantes menbros do Expressionismo Alemão.

ALEXEJ JAWLENSKY - AUTORETRATO - 1912.

ALEXEJ JAWLENSKY - AUTORETRATO - 1912.

ALEXEJ JAWLENSKY - SCHOKKO MIT TELLERHUT - 1909.

ALEXEJ JAWLENSKY - SCHOKKO MIT TELLERHUT - 1909.

ALEXEJ JAWLENSKY - SCHOKKO COM O CHAPÉU VERMELHO - 1909.

ALEXEJ JAWLENSKY - SCHOKKO COM O CHAPÉU VERMELHO - 1909.

ALEXEJ JAWLENSKY - VIOLETT TURBAN - 1911.

ALEXEJ JAWLENSKY - VIOLETT TURBAN - 1911.

ALEXEJ JAWLWENSKY - PAISAGEM - 1911.

ALEXEJ JAWLWENSKY - PAISAGEM - 1911.

ALEXEJ JAWLENSKY - KOPF IN BLAU - 1912.

ALEXEJ JAWLENSKY - KOPF IN BLAU - 1912.

ALEXEJ JAWLENSKY - BYZANTINERIN - 1913.

ALEXEJ JAWLENSKY - BYZANTINERIN - 1913.

ALEXEJ JAWLENSKY - HEILANDSGESICHT MARTYRER - 1919.

ALEXEJ JAWLENSKY - HEILANDSGESICHT MARTYRER - 1919.

ALEXEJ JAWLENSKY - ABSTRACT HEAD - 1928.

ALEXEJ JAWLENSKY - ABSTRACT HEAD - 1928.


ARTE – MÚSICA – JOHN COOLIDGE ADAMS – 1947

ARTE AMPLIA O OLHAR

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE COMPOSIÇÃO PARA O AUDIOVISUAL E ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR

OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME E TELEFONE DE CONTATO PARA O EMAIL

luilopreti@hotmail.com

John Coolidge Adams é um Compositor e Músico dos EUA. Estudou Clarinete na Escola Concord em Neu Hampshire onde se graduou e na Universidade de Harvard ( 1965 ) conduzindo a Orquestra da Sociedade Bach, simultaneamente tocando na Sinfônica de Boston. Como clarinetista apresentou-se como solista no Carnegie Hall na première do Concerto para Clarinete de Walter Piston. Nos anos 70, graduou-se em Harvard e passou a lecionar no Conservatório de Música de São Francisco. Nos anos 80, construiu seu próprio sintetizador analógico trabalhando como Maestro do Conjunto Nova Música compondo suas obras Minimalistas. Compõe Óperas ( como Nixon in China de 1987 ), Música Orquestral, de Câmara, para Voz e Orquestra além dos formatos livres. Vencedor do Prêmio Pulitzer ( 2003 ) tem entre seus principais trabalhos ” Short Ride in a Fast Machine ” de 1986, ” Eros Piano ” de 1989, ” On the transmigration of Souls ” de 2002 e ” Doctor Atomic Symphony ” de 2007 e é considerado um dos mais influentes compositores da Música Minimalista.

JOHN COOLIDGE ADAMS

JOHN COOLIDGE ADAMS


ARTE – FOTOGRAFIA – EADWEARD MUYBRIDGE – 1830 – 1904.

SEM ARTE NÃO DÁ!

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE CONTEMPORÂNEA INTERDISCIPLINAR – INSCREVA-SE ENVIANDO SEU NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com.

Muybridge foi um Fotógrafo Inglês. Em 1855 mudou-se para São Francisco ( EUA ) começando sua carreira como Fotógrafo, mas devido um acidente voltou para a Inglaterra, retornando aos EUA em 1866. Na volta especializou-se em fotografias de paisagens e aspéctos arquitetônicos. Em 1867 fotografou o Yosemite National Park, revelando as reais dimensões e beleza do oeste americano. Fotografou em seguida as expedições do Exército no Alaska recém adquirido pelos EUA. Trabalhou ainda para a California Geological Survey e para a Central Pacific Railroad. Desenvolveu um processo para captação instantânea de imagens e com a ajuda da invenção de John D. Isaacs ( disparador elétrico fora da câmera ), conseguiu capturar imagens com movimentos em primeiro plano, tendo como motivos os cavalos de corrida. Pesquisador dos movimentos na imagem inventou o Zoopraxiscópio com imagens em movimento real, com inúmeras câmeras,  tornando a invenção precursora da película. Participou da World`s Columbian Exposition em 1893 expondo seu invento para um público pagante. Considerado, por suas pesquisas, como um dos pioneiros do nascimento do Cinema, foi um grande pesquisador da ciência Biomecânica.

MUYBRIDGE.

MUYBRIDGE.

MUYBRIDGE - HOMEM CORRENDO.

MUYBRIDGE - HOMEM CORRENDO.

MUYBRIDGE - BÚFALO GALOPANDO.

MUYBRIDGE - BÚFALO GALOPANDO.

MUYBRIDGE - GALOPE.

MUYBRIDGE - GALOPE.

MUYBRIDGE - SALTADOR.

MUYBRIDGE - SALTADOR.


ARTE – CINEMA – WILLIAM A. WELLMAN – 1896 – 1975

SEM ARTE NÃO DÁ!

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE CONTEMPORÂNEA INTERDISCIPLINAR – OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR NOME COMPLETO E TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAI

luilopreti@hotmail.com

William Augustus Welman foi um Diretor de Cinema dos EUA. Estudfou na Escola Secundária de Newton, Massachusetts, de onde foi expulso. Alistou-se na Primeira Guerra Mundial participando como piloto combatente. Após a Guerra, foi convidado pelo Ator Douglas Fairbanks a participar de alguns filmes como Ator como em ” Evangeline ” de 1919.  Preferindo o trabalho como Diretor, a partir de 1920, fez alguns filmes de baixo orçamento até ser convidado pela Paramont, em 1927,  para realizar ” Wings “ ganhando o ” Oscar de Melhor Filme “. Entre seus trabalhos relevantes podemos citar ” The Public Enemy ” de 1931, a primeira versão de ” A Star is Born ” de 1937, ” Beau Geste ” com Gary Cooper em 1939 e ” The Story of G.I.Joe ” de 1945. Além de ter obtido fama por ter dirigido a primeira produção a receber um ” Oscar ” ( com ” Wings ” ), Wellman notabilizou-se pelo trabalho com os gêneros populares de Cinema como filmes policias, de aventuras e de ação.

WILLIAM WELLMAN

WILLIAM WELLMAN

WILLIAM WELLMAN - CARTAZ DE WINGS, 1927.

WILLIAM WELLMAN - CARTAZ DE WINGS, 1927.

WILLIAM WELLMAN - CENA DE WINGS, 1927.

WILLIAM WELLMAN - CENA DE WINGS, 1927.

WILLIAM WELLMAN - NO SET DO FILME " YOUNG EAGLES ", 1930.

WILLIAM WELLMAN - NO SET DO FILME " YOUNG EAGLES ", 1930.

WILLIAM WELLMAN - A STAR IS BORNA - COM JANET GAYNOR - 1937.

WILLIAM WELLMAN - A STAR IS BORNA - COM JANET GAYNOR - 1937.

WILLIAM WELLMAN - BEAU GESTE, 1939.

WILLIAM WELLMAN - BEAU GESTE, 1939.


ARTE – PINTURA – ALBERT MARQUET – 1875 – 1947

ARTE ACORDA O OLHAR

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR EM PARIS E VIENA ” VIVÊNCIAS ” – OS INTERESSADOS DEVEM ENVIAR TELEFONE PARA CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com

Albert Marquet foi um Pintor Francês. Nascido em Bordéus, mudou-se para Paris em 1890 ingressando na Escola de Arte Decorativas onde conheceu Henri Matisse. Estudou logo depois na École des Beaux Arts com o Pintor Gustave Moreau de quem herdou certo pragmatismo nas suas composições, como o manutenção do recurso da perspectiva. Identificado com o Impressionismo participou com obras em varias edições do ” Salon des Independants “, destacando-se pela pesquisa luminosa. Em seguida, junto com o grupo de Matisse, André Derain e George Roault, participou de edições do ” Salon d`Automne “, no qual surgiu o apelido ” Fauves ” ( Feras ), nascendo assim o Fauvismo ( Expressionismo na França ). Uma de suas predileções, a Pintura de paisagem urbana, o levou para inúmeros lugares como a Tunísia, Itália e Alemanha. Ainda entre suas preferências temáticas importantes vemos a profunda visão das paisagens do campo e do mar. Sempre utilizou a perspectiva como técnica mas optando por sua simplificação, com mínimos elementos dispostos livres na medida da sua descoberta do Cubismo e da Abstração. No final da vida voltou a retratar seus motivos com a representação Realista particularmente os Nus.

ALBERT MARQUET - BILBOARDS AT TROUVILLE, 1905.
ALBERT MARQUET – BILBOARDS AT TROUVILLE, 1905.

ALBERT MARQUET - RIVER SCENE, 1905.

ALBERT MARQUET - RIVER SCENE, 1905.

ALBERT MARQUET - LA PLAGE DE FECAMP, 1906.
ALBERT MARQUET – LA PLAGE DE FECAMP, 1906.

ALBERT MARQUET - FISHING BOATS, 1906.

ALBERT MARQUET - FISHING BOATS, 1906.

ALBERT MARQUET - VIEW OF SAINT JEAN DE LUZ, 1907.

ALBERT MARQUET - VIEW OF SAINT JEAN DE LUZ, 1907.

ALBERT MARQUET - JARDIN AU PYLA, 1935.

ALBERT MARQUET - JARDIN AU PYLA, 1935.


CURSO DE ARTE MODERNA INTERDISCIPLINAR ” VIVÊNCIAS ” EM PARIS E VIENA – MATRÍCULAS ABERTAS – SAÍDA 22 DE JUNHO DE 2012..

ARTE AMPLIA O OLHAR

MATRÍCULAS ABERTAS PARA O CURSO DE ARTE MODERNA EM PARIS E VIENA COM O ARTÍSTA E PROFESSOR LOPRETO COM DURAÇÃO DE 12 DIAS ( SEIS EM VIENA E SEIS EM PARIS )  E SAÍDA DE SÃO PAULO PREVISTA PARA 22 DE JUNHO

GARANTA SUA VAGA PARA O CURSO ENTRANDO EM CONTATO COM A AGÊNCIA OPERADORA DA VIAGEM MRTRAVEL TELEFONES ( 011 ) 2157 4418 OU ( 011 ) 2848 9848 ( FALAR COM ALEXANDRE )

OU ENVIANDO SEU NOME COMPLETO E TELEFONE DE CONTATO PARA O E-MAIL

luilopreti@hotmail.com

AUGUSTE HERBIN - COMPOSITION - 1925.

AUGUSTE HERBIN - COMPOSITION - 1925.

PROGRAMA

ARTE MODERNA

1- IMPRESSIONISMO, PÓS-IMPRESSIONISMO E ART NOUVEAU – VAN GOGH, CEZANNÉ E GAUGIN;

2- EXPRESSIONISMO E FAUVISMO – EGON SCHIELLE E HENRI MATISSE;

3- A REVOLUÇÃO CUBISTA – PABLO PICASSO, GEORGES BRAQUE E FERNAND LÉGER;

4- FUTURISMO E ORFISMO – O ÚLTIMO SALTO EM DIREÇÃO AO ABSTRACIONISMO;

5- SUPREMATISMO E O NASCIMENTO DA ARTE ABSTRATA – VASSILY KANDISNKY;

6- DADA E SURREALISMO – TRISTAN TZARA E ANDRÉ BRETON;

7- GRUPO THE STIJL E ESCOLA BAUHAUS – PIET MONDRIAN E WALTER GROPIUS;

8- ANOS VINTE E A CONVIVÊNCIA DAS VANGUARDAS – O NASCIMENTO DO ESTILO ART DECO;

9- ANOS 20 E 30 E A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ARTE.

JUAN GRIS - ARLEQUIM - 1923.

JUAN GRIS - ARLEQUIM - 1923.

ROTEIRO EM VIENA

1- MUSEUM MODERNER KUNST – MUSEU DE ARTE MODERNA;

2- ART NOUVEAU E SECESSÃO E CAFÉ HENRIGER E/OU DEMEL;

3- LEOPOLD MUSEUM E ART DECO;

4- STAATSOPER ( ÓPERA DO ESTADO ) E KUNSTHISTORISCHES MUSEUM ( MUSEU DE BELAS ARTES )

VIENA - ANCIENT KARLSPLATZ - SUBWAY STATION.

VIENA - ANCIENT KARLSPLATZ - SUBWAY STATION.

ROTEIRO EM PARIS

1- MUSÉE DORSAY E CAFÉ DE FLORE COM PERCURSO ART NOUVEAU E DECO;

2- MUSÉE RODIN E CONCERTO NA SAINTE CHAPELLE ( DEBUSSY, SATIE E/OU RAVEL );

3-CENTRE GEORGES POMPIDOU ( MUSEU DE ARTE MODERNA );

4- MUSÉE PICASSO E FUNDAÇÃO CARTIER.

TORRE EIFFEL - PARIS.

TORRE EIFFEL - PARIS.

O ROTEIRO ESTARÁ SUJEITO A ALTERAÇÕES DE ACORDO COM DISPONIBILIDADES DOS LOCAIS NA ÉPOCA DA VIAGEM, SENDO SUBSTITUIDOS POR PROGRAMAÇÃO EQUIVALENTE.