ARTE – MÚSICA – CLAUDE ACHILLE DEBUSSY – 1862 – 1918 – PARTE I

 

Jovem ainda, em 1873, Debussy recebe o grande premio de Roma. Retornando à Paris em 1887, depois de uma estadia na Russia para estudar a obra de Mussorgsky, passa a frenquentar os encontros na casa do poéta Mallarmé – ” Les Mardis ” ( saraus da terça feira ). Tambem o influencia o compositor Wagner, com ” Tristão e Izolda “, Brahms e a música Oriental.

Podemos considerá-lo um músico Impressionista pelas várias passagens melódicas de um instante, como se a melódia fosse dissolver-se. Entre suas obras temos: ” Le Mer “ ( 1905 ), ” Suite bergamascque “ ( 1889 – 1905 ) e ” Prélude à l`aprés-midi d`un faune “ ( 1892-1894 ), obra essa, segundo Pierre Boulez, que dá início à Música Moderna –  este Prelúdio traduz para a música o poema ( do mesmo nome ) de Stephane Mallarmé.

Debussy denominou a peça Prelúdio e segundo ele é a música de um poema com “…com sucessivos cenários por onde se movem os desejos e os sonhos do fauno no calor da tarde “.

 Com uma obra diversificada, criou peças para orquestra, música de câmara e para instrumentos solos, música para piano, canções e música coral, obras cênicas e música incidental. O ” Prélude à l`aprés-midi d`un faune “ é uma peça sinfonica para -  flauta, oboés, corne inglês, clarinetes, fagotes, harpas, violinos, violoncelos e contrabaixo.

 


This entry was posted on segunda-feira, janeiro 11th, 2010 at 14:21 and is filed under Arte Moderna. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply